quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Criatividade é mato.



Vontade de escrever é muita. Proporcionalmente à preguiça.


Gente, participei do meu primeiro concurso literário. 


Plac.. plac.. plac... plac... 


Muito obrigada!


Como foi?


Não sei dizer ainda. O resultado não saiu. Mas vou mantendo-os informado. O conto ficou a coisa mais bonitinha do mundo. Sou suspeita para dizer, mas acho que ficou bonitinho mesmo. Depois que o resultado sair, vou publicá-lo aqui. Ele está a venda na Amazon. Mas, não vou colocar link para que vocês possam comprá-lo. Não. Não. Não mesmo. 


Sobre isso de escrever, ando em uma crise criativa muito grande. Quando falo em crise criativa não é a falta de, é muita coisa ao mesmo tempo que eu não estou sabendo lidar com tudo isso.  Meu celular está cheio de notas. Nem preciso falar nos inúmeros moleskine que tenho em casa, na bolsa, na sala, na bolsa de costura. Uma coisa louca. Não sei, realmente, o que fazer com tanta coisa. Mas, tenho um pressentimento de que um dia  isso vai me ajudar. Por isso eu guardo tudo.


Tem histórias de tudo quanto é tipo. Meu Deus! Como é que consegue inventar tanta coisa assim.


Vou entrar de férias em duas semanas. Acho que vou escrever um livro. 


Se a preguiça permitir.