sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Classicismo é o caray!!



Desço a lenha mesmo!!!!!


Rosemary Noronha, ex-assessora (vulgo Secretária) do ex-Presidente (vulgo PR) está envolvida até à pleura nos escândalos da Operação Porto Seguro. 

Acusada de cometer tráfico de influência e corrupção, a supra citada senhora soltou uma nota na imprensa informando: “nunca fiz nada ilegal, imoral ou irregular que tenha favorecido...”. 

Analisando os fatos: 
 1- Ela troca e-mails solicitando currículos dos envolvidos, convidando os mesmos para eventos (no plural) em que o “PR” estaria e meses depois os dois safados são nomeados para cargos de diretorias em Agências Federais; 
2- Depois de nomeados, ela solicita a um dos safados formalmente (utilizando e-mail oficial do governo) a indicação da filha para o cargo de Assessora Técnica de uma grande Agência Federal, etc.

Não quero comentar os salários. Obscenos!!

E depois disso tudo, a senhora supra citada se diz DEVASTADA pelas acusações: “nunca fiz nada ilegal, imoral ou irregular que tenha favorecido...”

Oh Fia, isso é, antes de qualquer coisa, falta de caráter, sua SA-FA-DA!!!!Imoral é a sua existência na Terra. Idiota!



Esse povo que se envolve nos esquemas de corrupção tem sério problema de amnésia. A maior ocorrência de Alzheimer é entre políticos. 

De ser assim, a corrupção deveria ser tratada como problema de saúde pública. 

Em Brasília principalmente.





PS - Sou Secretária Executiva Bilingue. DRT/MG 2097.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Ciclo




Ser gay é crime. Legal!

Dizem que a moda é um ciclo. O que antes era out, depois fica in para em seguida ficar out de novo. Cores fosforescentes, por exemplo. Até pouco tempo atrás era o AB-SUR-DO usar, hoje eu tenho uma camiseta laranja fosforescente.

Penso que acontece o mesmo com o mundo. Guerra, por exemplo, até pouco tempo atrás era uma coisa absurda!!! Coisa da Idade Média onde havia bárbaros sanguinários e reis ricos vaidosos. 

A Segunda Guerra Mundial foi tão reprovada, mas tão reprovada que houve uma revolução social depois dela. Rock´n Roll, pílula contraceptiva, juventude transviada, liberdade sexual... E isto há pouco tempo. Mais ou menos 50 ou 60 anos atrás. Hoje toda esta liberdade conquistada está sendo condenada e a Guerra é “socialmente” aceita desde que não seja perto da nossa casa. No máximo que dizem é: “Pobres seres humanos. Foi uma má sorte deles ter nascido naquele país."

A vida pós guerra era super valorizada. Depois de tantas mortes, a vida tinha que ser acima de tudo. As empresas que desenvolviam itens de segurança para carros, aviões, bicicletas... foram as que mais cresceram no período pós guerra. Hoje, atiram na cabeça de uma menina de 13 paquistanesa que só queria ter o direito de estudar. Não passou de algumas notas nos jornais mundiais e depois ninguém nunca mais falou sobre isto. Ela e a família é que se danem e se virem para conseguir se proteger. 

Estão se matando na Síria em nome de qualquer coisa que ainda não entendi direito. A família que está no poder há 40 anos que não quer largar o osso e sai atirando a torto e a direito para tentar acabar com a situação desconfortável (de incompetência) diante dos outros países de língua árabe. Do outro lado, pessoas comuns que pegaram em armas para defender suas famílias e, de quebra, criar um Estado mais “crente”. Entre eles, um país inteiro destruído, 40.000 mortos desde março/2011 e 5 milhões de refugiados nos países vizinhos à Síria, sem ter acesso às necessidades básicas como água, comida e dignidade. Isto sem contar as milhares de vidas destruídas por mortes de pais, mães, filhos, irmãos, etc. 

E o mundo dorme, acorda e levanta como se nada estivesse acontecendo. 

Os problemas dos outros sempre são problemas deles. 

O mundo definitivamente é um ciclo. Estudei na escola essa época escura e triste da História Humana e a estou vivendo agora.

domingo, 18 de novembro de 2012

Recado

Bonito é o (seu) mundo onde ainda há tempo para observar as flores do (seu) caminho.



Ass.: A menina do dedo verde. A jardineira.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Todo mundo e o mundo todo

O poeta já dizia: 

"Um mineiro sai de Minas, mas, Minas nunca sai do mineiro.
 Minas é o mundo da gente." 



Mas, daí a criar um Miss Mundo Minas Gerais...  

PQP... Co-la-bo-rem!!!!!!!!!!!


terça-feira, 6 de novembro de 2012

Preguei chiclete na cruz

- Oi, Linda! Quer carona?

- Não. Obrigada pela gentileza! Meu ônibus está chegando.

- Você acha que está podendo recusar carona assim de cara como eu?!

- ´tá com tempo para a resposta desta pergunta? Vamos lá. 

1º - Respondendo ao seu questionamento: tenho certeza que estou podendo.

2º - Não te conheço. Nunca te vi e pretendo manter a estatística anterior de 34 anos sem você, 1 minuto com você. 

3º - Vaza.



- Gorda.

- Emagreço. Feio.

- Faço plástica...

- Oh fio.... tente nascer de novo. Quem sabe da próxima vez o cérebro vem junto.




quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Em uma parte do caminho

Não foi o primeiro mas graças a Deus não foi o único. 

Não foi o início, mas foi de uma parte inesquecível do meio do caminho.

Lembro de dizer: "Quero isto para o resto da minha vida."




Do meio, do começo,  de tudo... ainda amo ler Álvares de Azevedo.