domingo, 12 de agosto de 2012

"Meu querido, meu velho, meu amigo"



Tentar escrever para o pai é tentar encontrar palavras para descrever um amor que só existe no invisível.

Só tenho tempo para amá-lo. E muito.
 

 








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cuéntame.