segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

La gente que me gusta - Versão Liliane




 
Gosto de gente que canta enquanto anda na rua;


Gosto de gente que fala sozinha;


Gosto de gente assobia músicas e sons de pássaros; 


Gosto de gente que ri na rua sozinha ou para os outros;


Gosto de gente que entra no ônibus, começa a conversar com quem está do lado e ao descer, já é o melhor amiga de uma vida;


Gosto de gente que cumprimenta sem conhecer. Só por cumprimentar. Sem outras intenções;


Gosto de gente que ajuda a carregar a sacola mesmo que seja por um quarteirão;


Gosto de gente que dá bom dia para o motorista, para a agente de bordo e depois continua sorrindo;


Gosto de gente corre para abraçar o outro na rua e abraça tão apertado que até a gente sorri e sente o calor ao passar do lado;


Gosto de gente que caminha e coloca as mãos nas plantas das casas e dos prédios;


Gosto de gente que para a ver flores e passarinhos;


Gosto de gente que olha para o céu e sorri para a lua;


Gosto de gente que mexe com as crianças e os idosos na rua;


Gosto de gente que sai para passear com o cachorro. Ou com um monte deles;


Gosto de gente que liga só para saber se você está bem;


Gosto de gente que manda mensagem (não tinha crédito no celular) só para saber se você está bem também;


Gosto de gente que leva gelatina para o trabalho e leva um a mais para te dar de presente;


Gosto de gente que oferece doce – mesmo que eu não goste de doces;


Gosto de gente que ri alto e forte;


Gosto de gente que escreve cartas;


Gosto de gente que dá livros de presente;


Gosto de gente que faz laço de barbante, fitilho ou papel nos presentes;


Gosto de gente que entrega presente e fica todo tímido porque é uma coisa “simples”;


Gosto de gente que dá um bombom ou uma flor de presente sem ser um dia “especial”;





Gosto de gente que tem “alma e calma”


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cuéntame.