sábado, 26 de janeiro de 2013

Eles crescem depressa





Na hora do almoço, fiz um ovo tipo pochê para ele. Ele achou super engraçado aquele ovo cozido e todo molinho.
- Que icho?
- É ovo. Ovo pochê.
- Pochê e p´a mim tamém, né, tia Lili?

____________

Estávamos brincando na roça que é o quintal lá de casa.
- A tia Lili vai lá dentro um pouquinho porque está na hora dela tomar um remédio. Ok? Fique aqui sozinho um pouquinho só. Volto agora mesmo.
- Pechisa voltá não. Pode ficá quietinha lá dento. Eu tô sem bugunça aqui!!!


_____________

Chegando em casa depois de ir ao Supermercado fazer as compras do mês com ele.
- Liga p´o papai. Pufavô.
- Pra que?
- Pechiso faiá com eie.
- ...
- Aô... Papai... a t´a Nésse bigô com o Buno lá no supemecado.
- Por quê que ela brigou com você no Supermercado?
- Puquê eu ponhei todos os bicoito no cainho e éia num quis tazê p´a mim.
- Mas, Bruno, papai já falou que não pode comprar todos os biscoitos... Já expliquei isso para você.
- Mas, era um de chocoiate, de moango, amaiéio, azul, meumeio...


_________________

Saindo lá de casa, dei dois “bis” para ele lá e mandei ele levar dois para a irmã dele. Ele entregando a encomenda, já na casa dele.
- A tia Lili mandô pochê, mas o meu cabô. Então vô comê esses, tá bom?


_________________

Todos prontos para sair, chega ele e pergunta:
- Tia Lili, tô buíto?
- Você está lin-do, meu amor!!!
- Bigado! Só falta ochê ficá buíta agóia.
- ...

2 comentários:

  1. Ele é danadinho!!! Só convivendo para saber. Ele diz coisas que a gente custa a acreditar que veioda cabcinha de um menino de 3 anos. Ele é incrível!!!

    ResponderExcluir

Cuéntame.