terça-feira, 29 de janeiro de 2013

O "ali" da Terra do Nunca


Mineiro tem uma coisa que irrita até os próprios mineiros mais pacientes.

E o tal do “ali”.

Vamos "ali" comigo?



É logo "ali"!!

O "ali" de mineiro nunca é o "ali" do resto do mundo.

Quando um mineiro diz, vamos "ali" comigo. Meu amigo, se prepare porque você vai andar pra caray. É, com raras exceções, muito longe o tal do ali.

Encontrei uma amiga minha outro dia na Savassi e ela me pediu para ir "ali" com ela. Caminhando. Subimos a Avenida Cristóvão Colombo, passamos pela Praça da Liberdade, descemos a Rua João Pinheiro, pegamos a Avenida Afonso Pena, chegamos à Praça Sete e descemos a Rua Carijós. De ônibus, gasta-se uns 30 minutos e ela para justificar a caminhada de 8 km: “Não é longe. É logo ali.”

As mães mineiras usam muito este artifício para amenizar a situação quando elas mandam os filhos fazer alguma coisa para elas... elas sabem que eles vão reclamar da distância, mas mesmo assim: “Oh filho, vai ali pra mim. Na casa de fulano e busca uma costura lá.” Repararam que elas acabam se contradizendo na mesma frase? Ali e lá. Mas todos os filhos mineiros acreditam sempre na primeira opção. Hora por tentar convencer o cérebro de que é um lugar perto, hora por fazer a vontade da mãe, hora por crédito, por saber que algum dia ele terá que usar este mesmo argumento para pedir a ela que o leve "ali" a algum show.

Mineiro quando vai buscar queijo “na casa do vizinho”, ele diz: Vou ali na fazenda de fulano pegar queijo. Nisso o cachorro que foi acompanhando o dono, volta na metade do caminho da ida, com a língua pra fora, bebe água e vai deitar para descansar.

Mineiro sai de férias, viaja e quando lhe perguntam para onde ele foi, ele sempre responde: "Fui ali pescar no Rio Amazonas."

Se fosse um mineiro que houvesse feito a cartografia do Caminho das Índias, certeza que os portugueses teriam chegado a Marte.

E todo mineiro é assim.

Se algum mineiro te convidar para ir "ali" com ele, pense: Se você disponibilidade de horário, ótimo! Vá sem questionar. Se não, pergunte a ele onde exatamente é o "ali" que ele está te convidando a ir.



Porque mineiro tem uma percepção muito diferente de distância. Destoante de qualquer tipo de medida já inventada.

 

2 comentários:

  1. mano...

    vc não sabe como me diverti lendo isso! mineiro é bicho bão demais da conta.

    ResponderExcluir
  2. kakakakakakakakakakaka... Pois é. Vá se acostumando. :-)

    ResponderExcluir

Cuéntame.